Relato sincero de uma banhista assídua.

by

( Breve observação da praça em dias de outono,pós praia!)

Depois da praia, a praça nunca mais foi a mesma.

Talvez não tenha sido a praça o que mudou, ás vezes foi o meu olhar sobre ela.

Agora, aqui, eu busco os sorrisos molhados dos banhistas.

As flores nas roupas e nos cabelos das meninas.

O arco-íris no meio da fonte.

Agora eu SINTO o vento que balança os cabelos de quem passa por mim.

Hoje,  a praça da estação é colorida, como ela sempre ficou com as cangas estendidas sobre o cimento abatido pelo sol.

O som daqui são as marchinhas cantadas em coro pelas pessoas a fim de alegrar a cidade silenciosa.

No fundo; as montanhas que complementam o cenário de prédios.

Nosso mar não é salgado.

Mas nosso povo é doce.

E se alguém desacredita da magia desse lugar, deveria no verão, se dar o prazer de vestir um calção e vir pra praia da estação!

E eu lhes garanto…

Depois da praia, a CIDADE nunca mais será a mesma!

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: