Piores de Belô

by

boatos rondam a praça dizendo que os Piores de Belô foram soltos este fim de semana!

quem tiver mais informações, posta aqui!

Anúncios

3 Respostas to “Piores de Belô”

  1. Luther Blissett Says:

    resumo da audiência deles:

    16/12/2010 – Testemunhas confirmam pichações

    Foram ouvidas hoje quatro testemunhas do caso dos pichadores que seriam componentes do grupo “Os piores de Belô”. Prestaram depoimento duas testemunhas comuns a acusação e defesa e outras duas de defesa. A audiência, que teve início por volta de 14h, foi realizada na 2ª Vara Criminal do Fórum Lafayette e terminou às 17h15. Quem presidiu os trabalhos foi o juiz Jayme Silvestre Corrêa Camargo. Compareceram sete dois oito acusados, já que um dos réus não foi encontrado.

    As duas primeiras testemunhas ouvidas participaram das investigações que resultou na prisão dos acusados. Disseram que a identificação deles foi feita através da internet, pelo orkut ou salas de bate-papo freqüentadas pelos suspeitos. Segundo essas testemunhas, os réus confessaram as pichações e se identificaram como componentes do grupo “Os piores de Belô”, composto por líderes de outras gangues. De acordo com os depoimentos, as pichações eram exaltadas pelos participantes do grupo.

    Testemunhas de defesa de dois dos réus disseram que não sabiam de nada que pudesse desabonar suas condutas.

    Foram dispensadas oito testemunhas. Sendo assim, na próxima audiência, que ainda não tem data marcada, terá continuidade a instrução do processo com o depoimento de mais uma testemunha comum a acusação e defesa além de interrogatório dos réus.

    Os oito rapazes envolvidos foram denunciados por formação de quadrilha (artigo 288 do Código Penal Brasileiro). Sete deles cumprem prisão preventiva.

    Denúncia

    De acordo com a denúncia, desde 2008, os rapazes pichavam construções, prédios públicos e particulares e monumentos de Belo Horizonte, “de forma estável e permanente”. Para apurar os crimes, um agente da Polícia Civil se infiltrou em um site de relacionamento de pichadores, com o intuito de acessar as páginas individuais de seus membros e identificá-los. Por meio dos codinomes existentes nas diversas pichações feitas pela cidade (Ranex, Fama, Arke, Zero, Lisk, Lic, Sadok e Goma), a polícia conseguiu identificar vários membros da gangue.

    Consta em boletim de ocorrência que, em setembro de 2008, dois dos rapazes foram flagrados por uma câmera, de madrugada, escalando um prédio no centro da capital. Eles foram presos às 6h18 do mesmo dia, quando saíam do prédio. Há também um registro de que outros quatro picharam o prédio da Imprensa Oficial, em setembro de 2007.

    Baseado nas investigações policiais e apurações, o Ministério Público concluiu que os rapazes atuavam em quadrilha e faziam parte do mesmo bando. Eles usavam a internet para combinar as pichações e para exibir os “feitos”. Havia uma disputa por quem picharia mais pontos e, quanto mais importante a edificação ou mais difícil o acesso, melhor o feito. Nos depoimentos, os rapazes afirmaram, “sem titubear”, que são integrantes do grupo “Os Piores de Belô” e têm o objetivo de realizar pichações.

    Assessoria de Comunicação Institucional – Ascom
    Fórum Lafayette

  2. Arco Says:

    Eles foram soltos sim!

    http://www.flickr.com/photos/criptadjan/

    Paz!

  3. Andre Says:

    Por que formação de quadrilha,crime contra o patrimônio,eles sempre arrumam algum artigo para colocar o pobre na cadeia;VERGONHA…

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: