PBH reforça guerra aos pichadores

by
Em oito meses, 7 mil metros quadrados foram limpos por voluntários; catálogo vai identificar as gangues
Fernando Zuba – Repórter – 21/10/2010 – 03:37

Mais de mil litros de tinta já foram utilizados para a renovação dos locais atingidos

Belo Horizonte intensifica o combate às pichações. Cerca de 2.400 voluntários se mobilizaram para limpar a cidade, em pontos distintos. Em oito meses, foram realizadas dez ações de despiche. Mais de 7 mil metros quadrados de área foram recuperados. Ao todo, 1.084 litros de tinta, material doado, foram utilizados para a renovação dos locais atingidos pelo vandalismo. Em dois meses, a Guarda Municipal conclui um catálogo que contém acervo fotográfico com as pichações espalhadas pela cidade, uma forma de tentar identificar com maior rapidez os autores das ações.
Até agora já foram catalogadas cerca de 2 mil fotos com as pichações, somente nos limites da Avenida do Contorno. Segundo a analista de políticas públicas da Secretaria Municipal de Segurança, Rosane Corgosinho, “o catálogo com as ‘assinaturas’ dos suspeitos ajuda na identificação da autoria e na busca e apreensão, a partir da investigação em meios eletrônicos, sobretudo a internet”, assinalou.
A ação faz parte do Movimento Respeito por BH, desenvolvido em parceria pelas polícias Militar e Civil, Ministério Público Estadual e Prefeitura de Belo Horizonte. Ele consiste numa articulação que objetiva cuidar e preservar do patrimônio da cidade. O movimento utiliza três estratégias: sensibilização, despiche e repressão qualificada.
A identificação dos autores é feita pelo videomonitoramento. Atualmente, a Guarda Municipal é a responsável pela vigilância do patrimônio público (escolas, postos de saúde, locais de grande movimentação) por meio de 43 câmeras. A Polícia Militar possui 157 equipamentos “Olho Vivo”, que também identificam pichadores.
Quando a pessoa é flagrada e detida pela polícia, a punição pode variar, quando maior de 18 anos, de três meses a um ano de detenção, além de aplicação de multa, que pode chegar a até R$ 50 mil. No caso de menores infratores, eles normalmente cumprem medidas socioeducativas, representadas pela limpeza do local pichado.
Já a “sensibilização” envolve a definição do perfil do pichador e a sua ressocialização. O trabalho é feito em parceria entre a Secretaria Municipal de Educação e a Secretaria de Segurança de Minas, para retirar o foco do jovem do vandalismo. Ele é incentivado a participar de atividades de caráter cultural e de responsabilidade socioambiental.

 

Polícia cria equipe especial para combate a vandalismo

A Divisão de Meio Ambiente da Polícia Civil está criando uma equipe de policiais para investigar os crimes de pichação. O investigador Alexandre Tadeu explicou que, inicialmente, o monitoramento está se concentrando em áreas de maior incidência na capital. “O banco de dados que está sendo concluído junto à Guarda Municipal será ampliado. Além de catalogar as pichações e os locais mais danificados, os vândalos também serão identificados”, revelou.
De janeiro até setembro deste ano, foram presos mais de 260 pichadores em Belo Horizonte. No banco de dados da Polícia Civil não constam registros do mesmo período de 2009. Na semana passada, agentes da Guarda Municipal prenderam quatro homens e dois menores que pichavam um muro na Rua Cônego Floriano, no Bairro Sagrada Família, Região Leste da capital.
Com os suspeitos foram apreendidas mais de 50 latas de tinta, rolos e baldes. Além disso, oito pichadores tiveram a prisão temporária decretada por um juiz criminal da capital. Dois, já identificados pela polícia, conseguiram fugir. A pichação, além de vandalismo, é crime ambiental. O Ministério Público pediu a prisão dos envolvidos também por formação de quadrilha, o que pode aumentar a pena para até três anos.
Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: