A vingança do eleitor: depois do voto, os cavaletes contra-atacam

by

Até outro dia, santinho de candidato em Belo Horizonte era mato. O que não faltava era bandeira de partido, faixa pendurada, musiquinha de campanha. Até elefante em tamanho natural apareceu na Praça Sete. Na rua, na chuva, na hora da novela, todos os espaços – físicos, virtuais, sonoros – eram ocupados pela propaganda política. O cidadão comum virou um consumidor em potencial de slogans e promessas.

Esse ano, a sensação do verão eleitoral foi o cavalete: aquela placa de madeira com o rosto sorridente do candidato que povoava as esquinas. A própria cidade acabou se apropriando dessas figuras, com manifestações de todos os tipos (do chifrinho ao nariz de palhaço). Muita gente mostrou que não estava satisfeita com o cardápio e a apresentação dos pratos.

Agora as eleições passaram. Mas o que vem depois da sujeira na rua? É pensando em tudo isso e tentando digerir toda essa informação que a Associação Democracia Ativa propõe A vingança do eleitor: depois do voto, os cavaletes contra-atacam. E se fosse você o autor dos cavaletes? Como iria preencher aquele metro quadrado de madeira ou de lona? Que imagens escolheria? Que promessas faria? Como iria interagir com as pessoas que passam?

No sábado 23 de outubro, a faca e o queijo – ou a tinta, o spray e o microfone – vão te esperar na Praça da Assembleia, a partir das 11h. Junte-se aos que não vão se contentar em assistir sentados aos resultados da eleição. Votar foi só o começo: e depois?

O quê? A vingança do eleitor: depois do voto, os cavaletes contra-atacam.
Quando? Sábado, dia 23 de outubro, a partir das 11h
Onde? Na Praça Carlos Chagas (vulgo Praça da Assembleia)
Por quê? Porque não só os candidatos que podem se expressar no espaço público.

 



*Essa ação faz parte da campanha de sensibilização Votar: e depois?, da Associação Democracia Ativa. Por meio de ações de mobilização e divulgação em diversas mídias, a Associação tem buscado chamar a atenção dos cidadãos para a importância da participação política para além do momento eleitoral.

Mais informações: contato@democraciaativa.org.br

 

Anúncios

8 Respostas to “A vingança do eleitor: depois do voto, os cavaletes contra-atacam”

  1. Mana Coelho Says:

    Pô nesta hora quem vota em Dilma estará abraçando a Contorno!
    Ou para vocês não importa se Serra ganhar?

  2. Mana Coelho Says:

    Quem marcou o dia e o horário? Anastasia? Aécio?

    Abraço na Av. do Contorno ‘Dilma é Minas na Presidência’

    Veja os 13 pontos de concentração para o grande abraço na Avenida Contorno, no dia 23 de outubro em Belo Horizonte. O abraço vem para fortalecer a campanha de Dilma Presidente em Minas Gerais. Participe! Demonstre seu amor ao Brasil!

    ABRAÇO NA AV. CONTORNO ‘DILMA É MINAS NA PRESIDÊNCIA’
    Concentração às 9h30 – Abraço às 12h
    LOCAIS DE CONCENTRAÇÃO
    RESPONSAVÉIS
    Praça da Estação
    Movimento Sindical
    Praça Floriano Peixoto
    PSB
    Getúlio Vargas c/ Contorno (Serra)
    Mulheres
    Milton Campos
    “Sou Marina voto Dilma” + Comitê de Ambientalistas
    Nossa Senhora do Carmo c/ Contorno
    Igualdade Racial
    Getúlio Vargas c/ Contorno (Savassi)
    Educação
    Estadual Central
    Juventude/Estudantes
    Contorno c/ Amazonas
    PMDB
    Contorno c/ Augusto de Lima
    Movimentos Sociais + Comitê Pró-Plínio
    Contorno c/ Bias Fortes
    PT – Partido dos Trabalhadores
    Contorno c/ Olegário Maciel
    Partidos Aliados: PDT – PTC -PRB -PR- PLivre e PSDC
    Contorno c/ Itajubá
    Religiosos
    Contorno c/ Andradas
    PCdoB

  3. Mana Coelho Says:

    Dia 31 vamos escolher o novo presidente do Brasil. As eleições não acabaram!

  4. Omar Motta Says:

    ai, mana… que papo de cana!

  5. Luther Blissett Says:

    Mana!
    O evento foi marcado antes do abraço da Contorno ser confirmado! Quem escolheu a data não foi tucano nenhum, e o evento não tem vinculação com qualquer partido (muito menos com a escolha eleitoral dos participantes). Nada impede que as pessoas compareçam aos dois! Ao invés de brigar pelo uso dos espaços da cidade, vamos nos juntar!

    Carol

  6. Julieta Says:

    Não aguento essas pessoas que vivem por conta da teoria da conspiração… não quer ajudar, filha? Então não atrapalha. Vai lá abraçar a Contorno com a Dilma e deixa a galera fazer o evento em paz!

  7. Victor Says:

    É isso aí, gente!

    O evento foi marcado há muito tempo, muito antes até do abraço da Contorno. Nao tem tucanada nenhuma nisso: só um planejamento que nao pode ser mudado mais. Cês devem ter idéia do quao difìcil anda sendo conseguir uma data ideal em Belo Horizonte.
    Infelizmente, os dois vao coincidir.
    Mas e se for felizmente?
    E se a gente for lá na Praça da Assembleia, e depois ir no Abraço, ou no comício do Serra, ou onde a gente quiser?

    Eu acho é bom que o espaço público seja ocupado de forma plural. O pior é quando ele nao é ocupado de jeito nenhum. Mas isso acho que nao preciso dizer pra nenhum frequentador desse blog.

    Abraço!

    Victor.

  8. João Says:

    É nossa vez de cavaletar!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: