08 de maio: além do Eventão…

by

No mesmo dia do Eventão, 08/05, a Marcha da Maconha se concentrará na Praça da Estação, a partir das 15h.

Pois a praça é para encontro, é para engrossar questões e se fazer muita festa, muitas naturezas de eventos.

concentração está para ocorrer na praça, depois seguindo caminhada pela cidade. Mais detalhes, clicar aqui.

Anúncios

5 Respostas to “08 de maio: além do Eventão…”

  1. Rafael Says:

    Vixe…vai dar galho nisso ai…Mas umbora lá né…

  2. Rafael Says:

    Olha, eu não sei como foi em 2009, mas em 2008 a marcha pela legalização da maconha foi proibida. A reunião seria na praça da estação, mas ao chegar lá, tinha pouca gente e muita policia, por fim não rolou nada.

    Fica aqui uma pergunta, antes, digo que sou amplamente a favor da legalização, mas será que não corre o risco do Eventão e o movimento da Praia ficar associado a marcha e todo mundo levar pau da policia?

    Vixe, vai ser muita treta…

  3. Rita Garella Says:

    não sei qual seria o problema dessa associação. a Marcha está se divulgando para concentrar pessoas num dia em que, por coincidência, a praça poderá já estar um pouco movimentada. e se alguém aderir, a partir dali, à Marcha? na rua as coisas podem se encontrar, afinal. há pessoas que estavam indo à Praia que partilham das questões da Marcha, e vice-versa. há problemas nisso?

  4. Trevor Reznik Says:

    Opa, o link para o twitter da Marcha BH no post saiu quebrado: http://twitter.com/MarchaBH/

    Quanto às Marchas anteriores, em 2008 a Marcha foi proibida e a concentração foi censurada: qualquer faixa, cartaz ou manifestação que fosse interpretada como apologia seria impedida pela PM. Em 2009 a Marcha entrou com Habeas Corpus e foi liberada. A PM contou em torno de 250 pessoas e não houve problemas ou relato de incidentes durante a concentração e a Marcha.

  5. Anônimo Says:

    A Marcha é um evento importante para todos nós, usuários ou não, no sentido de dar luz a um grito que, por muito tempo, permaneceu latente
    e levar a uma discussão séria na sociedade civil.
    Mas, é preciso evidenciar alguns eventos recentes que nos afeta igualmente.

    A crescente coerção do tabagismo, culminando na proibição em qualquer área minimamente fechada, é preocupante.
    Esta é a uma visão unilateral e de interesses escusos, tudo fantasiado com o nome de Saúde.
    Não nego os malefícios associados ao fumo, mas isto tem sido exposto com terrorismo publicitário alijando o fumante da sociedade, ou seja, o criminalizando.
    E de fato isto tem acontecido, em qualquer bar não se pode mais ter o prazer de uma cerveja e um cigarro sem que tenha alguém reclamando seu direito. (Pasmem: incluindo o Maletta!)

    Para além destes problemas, a lei incentiva uma prática muito pior. A DELAÇÃO é altamente encorajada pelas autoridades.

    Todos vêem um gravíssimo problema aqui, certo?

    Assim é preciso perguntar: é com esta sociedade que pretendemos realizar uma discussão crítica sobre a Maconha?
    Há uma abordagem que leva em conta que a sociedade está cada vez mais reacionária e conservadora?

    Se isto não for pensado por nós a Marcha será apenas um grito em vão.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: