Uma mãe revoltada Com a Disney – E O Que Ela Ouviu

by

“NESTLÉ FAZ BEM?” – De uma mãe revoltada

SURPREENDIDA PELA MÁ ORGANIZAÇÃO DO EVENTO, QUE TEVE AMPLA DIVULGAÇÃO NA MÍDIA, NÃO SÓ MINHA FAMILIA SE REVOLTOU MAS CENTENAS DE PESSOAS QUE ESTAVAM NO LOCAL. APESAR DE FICARMOS PRÓXIMOS ÀS GRADES DE ISOLAMENTO, NÃO CONSEGUIMOS VER ABSOLUTAMENTE NADA DA TÃO ANUNCIADA PARADA DISNEY.

E, ASSIM COMO NÓS, MILHARES DE PESSOAS QUE PEGARAM OS SEUS CARROS E ÔNIBUS, COM SUAS FAMÍLIAS E ATRAVESSARAM A CIDADE NUM ESFORÇO MÚTUO, SOB O SOL QUENTE DO DOMINGO, SAIRAM DE LÁ COM O MESMO E ÚNICO SENTIMENTO: FRUSTRAÇÃO.

OS CARROS DA DISNEY ERAM DE ESTATURA TÃO PEQUENA, QUE A ÚNICA CONDIÇÃO DE VISUALIZAÇÃO SERIA SE ESTIVESSEMOS DEVIDAMENTE POSICIONADOS EM ARQUIBANCADAS.

ESPERÁVAMOS MAIS! MUITO MAIS DA NESTLÉ. TOMO A LIBERDADE DE FALAR NO PLURAL, PORQUE, AO DEIXAR O LOCAL SENTI O CLIMA DE DESCONTETAMENTO DA MULTIDÃO, QUE RECLAMAVA CONTRA O DESRESPEITO, INEFICIÊNCIA E AMADORISMO DO EVENTO.

E, ACREDITO, “COLETIVAMENTE” QUE É ESTA A IMAGEM QUE A NESTLÉ ESTÁ DEIXANDO NO INCONSCIENTE COLETIVO DAS PESSOAS QUE ESTIVERAM LÁ, DE UMA EMPRESA QUE NÃO PREZA COM RESPONSABILIDADE PELOS SEUS CONSUMIDORES.

Resposta de um cidadão que não é muito fã de Disney:

Cara Mamãe

Leva a mal, não, acho que isso já era esperado. Só de ocorrer este tipo de evento-lavagem cerebral, pra mim, a falta de noção fica latente. Isso é só mais um passo para padronizar nossas crianças e se bobear, tão pegando dinheiro de alguma lei de incentivo que nem o Circo de Soleil pra fazer isso. Senão o Brasil fica privado de eventos desse calibre, tão necessários à nossa inserção na contemporaneidade globalitaritarista.

Na minha geração era o tal de World On Ice, agora esse evento aí passou dos limites quando o nosso caríssimo prefeito abriu as pernas, digo, a avenida, para poder dar mais espaço para o Mickey. É que lá na Disneylândia o movimento tá caindo, daí a turma do Tio Patinhas agora tá fazendo igual as bandas de rock dinossauras com suas turnês pelo terceiro mundo.

Pobre da Praça da Estação e seu entorno que leva o nome de Boulevard Arrudas e não tiveram a sorte de receber eventos de qualquer natureza. Enquanto essa parada colonizante ocorria, um bando de infelizes praieiros se banhava e jogava uma ducha de água na prefeitura da cidade pra ver se refrescava a memória de alguém que não estava lá. Será que foi toda a BH que ficou igual pateta neste sábado?

Tem uma série de coisas acontecendo na cidade pra deixar a população – ou ao menos quem é mais ligado a educação, arte e cultura – engajada e enviar seu descontetamento por aí. Desculpa se fui insensato com você em algum momento. Ando meio descrente dessa cidade e as coisas que fazem dela. Precisa acontecer algo pro povo acordar.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: