Para receber o Mickey, nós fazemos papel de Pateta

by

Postado em www.pedreiranavidraca.blogspot.com

Sério. Ainda bem que eu não sofro de pressão alta. Se não, teria caído duro já com essa administração municipal belorizontina. Cacete de agulha…
Obra só para o Mickey passar

Parte da orla da lagoa Pampulha está sendo desfigurada para receber a Parada Disney – evento internacional que acontece no próximo sábado na avenida Otacílio Negrão de Lima, entre o Parque Ecológico da Pampulha e o Iate Tênis Clube. Desde o último 20, canteiros centrais, gramados, rotatórias, calçadas e quebra-molas começaram a ser destruídos. O objetivo é dar passagem aos grandes carros alegóricos de Mickey Mouse e companhia.

Árvores também estão sendo podadas e parte da sinalização de trânsito já foi retirada. As modificações no entorno da Pampulha têm revoltado moradores e associações de bairro. “Enquanto o Pato Donald e o Mickey chegam aqui com interesses econômicos, nós fazemos o papel de patetas”, ironizou o morador Antônio Carlos Carone, membro da Associação Pró-Interesses do Bairro Bandeirantes.

“Os moradores não estão contra a parada. Nós estamos incomodados por causa da má administração dos bens públicos. Belo Horizonte tem outros locais que poderiam receber o evento, onde seriam desnecessário intervenções” (sic), ressaltou a presidente da Associação Pró-Civitas dos bairros São Luiz e São José, Juliana Renault Vaz. A associação promete protocolar hoje um reclamação no Ministério Público.

Cuidados
O secretário da regional Pampulha, Osmando Pereira, disse que todas as providências estão sendo tomadas para valorizar o evento cultural e minimizar os impactos na região. “Inclusive, negociamos com os promotores que não trouxessem carros acima de 7,5 m. As alegorias são largas, mas elas terão apenas 5 m.”, explicou o secretário.

Segundo a regional, tudo o que foi modificado começará a ser reconstruído na segunda-feira. As ações serão realizadas pelos operários da prefeitura. Contudo, taxas municipais serão cobradas pelo serviço. O secretário não soube informar o valor dos gastos e das taxas.

Osmando Pereira não concorda que o projeto urbanístico da Pampulha será desconfigurado. “Se isso fosse ocorrer, não iríamos permitir que a parada acontecesse. As podas nas árvores, por exemplo, já seriam necessárias. Na última chuva de granizo, precisamos fazer algumas intervenções. As podas são infinitamente inferiores aos problemas por causa da chuva”, alegou o secretário.

A assessoria de imprensa da Nestlé – responsável pelo evento no país – informou apenas que as obras de intervenção da via são de responsabilidade da prefeitura municipal. Informada pela reportagem de O TEMPO sobre as modificações na lagoa para a parada, a assessoria de imprensa da Disney no Brasil não enviou um comunicado oficial até o fechamento desta edição.

“Será um sonho para muitos mineiros”, diz governador
A Parada Disney é um evento que tem a direção artística supervisionada pela The Walt Disney Company, conglomerado americano de mídia e entretenimento. O evento tem o patrocínio da empresa de alimentos Nestlé, apoiado pela Prefeitura de Belo Horizonte e o Governo de Minas. O desfile será no sábado e começa às 16h.

O evento acontece pela quarta vez no Brasil. Nas outras paradas, Mickey Mouse e companhia desfilaram em Vila Velha (ES) e nas capitais paulista e carioca. Serão cinco carros alegóricos e seis veículos que percorrerão 2 km da orla.

“Será um sonho realizado para muitos mineiros que não têm a chance de viajar até os Estados Unidos”, disse o governador Aécio Neves, na semana passada, durante encontro com o presidente da Nestlé, Ivan Zurita.

Não é nada, não é nada. É apenas a formalização do encontro do sr. prefeito Márcio Lacerda com seu grande irmão, o Tio Patinhas, e outros parentes, como o Pão Duro Mac Mônei e os Irmãos Metralha. Sim, rivais, mas “amiguinhos”, se é que você entende de Aliança
“Belo Horizonte tem outros locais que poderiam receber o evento”, como a Praça da Estação – né, Seu “Prefeito”?
“(…) tudo o que foi modificado começará a ser reconstruído na segunda-feira”. Ma che!Quer serviço de português maior do que esse? Reforma-se a Orla todinha, deixam-na bonita, visitável, para vir uma parada financiada por uma multinacional (a Nestlé) e, sob força desse evento, a Prefeitura destruir (essa é a palavra) tudo o que foi dantes reformado, só para o Mickey passar (eu detesto o Mickey!); depois, passa-se a parada e reforma-se tudo de novo. Mas que belo gasto com o nosso dinheiro público! Faz, desfaz e refaz!
(Para um gestor técnico que é o Márcio Lacerda, que supostamente seria um pão-duro como o Tio Patinhas, ele tá me saindo a um senhor Gastão
Quanto será que a PBH está gastando com essa coisa? O Secretário “não soube” informar. Poxa, Osmando! Pensei que você fosse secretário, não Presidente da República
E, por favor, Aécio Neves, “sonho para os mineiros”? Tenha dó! Prefiro não comentar.
– Uma observação: lembram-se da manifestação que teve no Centro Administrativo com os professores estaduais reivindicando aumento? Segundo reportagem do Jornal da Alterosa, o efetivo para conter / deter / abafar a manifestação era de 400 policiais. Só a título de comparação, esse é o efetivo que está nas ruas de toda a capital mineira em dia de Atlético e Cruzeiro. Desnecessário, assim como a destruição da Pampulha para a Parada Disney.
Anúncios

Uma resposta to “Para receber o Mickey, nós fazemos papel de Pateta”

  1. Valeria Says:

    Puta que pariu!

    achei que o sonho dos que nao podem viajar era ter uma vida digna, num ambente saudavel

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: